Tudo começa com um local de trabalho visual

Um local de trabalho visual consiste em colocar informações importantes exatamente onde os funcionários devem vê-las. Este conceito desempenha um papel crítico em algumas das ferramentas lean mais populares, incluindo o 5S. Isso porque cria uma base de sustentação para que as melhorias permaneçam claramente visíveis, prontamente compreendidas e sejam consistentemente obedecidas.

Resumindo, usar etiquetas com informações de segurança, procedimentos, identificação de instalações e uma variedade de outras práticas é uma ótima maneira de ajudar a reduzir o desperdício, melhorar o conhecimento e aprimorar a produtividade no longo prazo.

 

Os Pilares do 5S incluem

 

 

Ordenar (Sort): Elimine itens não essenciais, analisar todas as ferramentas e materiais em suas instalações e descarte itens não utilizados.

Brilho (Shine): Mantenha o local de trabalho limpo, com boa aparência e use medidas preventivas para mantê-lo organizado.

Padronizar (Standardise): Tenha um local de trabalho padronizado criando práticas recomendadas.

Defina a Ordem (Set in Order): Concentre-se na organização de equipamentos, estabelecimento de medidas de segurança e criação de procedimentos, padrões de qualidade de produtos e inventário e manuseio de materiais eficazes.

Sustentar (Sustain): Mantenha o ímpeto, garanta que os funcionários saibam a importância da organização no local de trabalho e busque a melhoria contínua.

 


 

Quais são os benefícios do 5S?

 

Metodologias de fabricação enxuta, como o 5S, podem ajudar a fornecer mais valor aos seus clientes, além de reduzir o desperdício, aprimorar o conhecimento do trabalhador e aumentar a produtividade.

 

Reduza o Desperdício

 

O desperdício pode representar até 95% de todos os custos em ambientes de produção não enxutos, de acordo com Taiichi Ohno, co-desenvolvedor do Sistema Toyota de Produção.

A causa raiz da maioria dos desperdícios organizacionais se deve a lacunas de informações, como no caso de um funcionário que não sabe a melhor maneira de concluir uma tarefa. Nesses casos, perde-se tempo pesquisando, aguardando, recuperando e realizando retrabalhos.

Uma maneira de combater esse desperdício é criando um local de trabalho visual. Uma fábrica pode usar dispositivos visuais, como placas de sombra e lições de um ponto, para comunicar informações importantes no ponto de uso. Dessa forma, os funcionários têm acesso instantâneo às informações de que precisam quando precisam.

Por exemplo, prateleiras claramente identificadas podem facilitar para os funcionários encontrarem o que precisam, evitando desperdício de tempo ou pegando por engano o item errado.

 

Aprimore o Conhecimento

 

Você sabia que as pessoas ganham 75% de seus conhecimentos com recursos visuais? Isso é comparado a apenas 13% de ganho de conhecimento através da audição e 12% através do olfato, tato e paladar, de acordo com Dugan Laird, autor de “Abordagens para treinamento e desenvolvimento”.

Embora o treinamento tenha um papel crucial para manter seus funcionários seguros, você pode facilmente aperfeiçoá-lo com sinalizações visuais eficazes no local de trabalho, incluindo placas e etiquetas. Mas, o que torna um visual eficaz? Para ser eficaz, a sinalização deve informar ao funcionário exatamente quais informações de procedimentos eles precisam saber, além de quando e onde eles precisam saber.

O conhecimento baseado no visual inclui:

  • Avisos de um ponto – publique avisos de um ponto nos procedimentos operacionais padrão, onde eles são mais relevantes no chão de fábrica e são vistos pelos trabalhadores diariamente.
  • Placas de segurança – notifique os funcionários sobre questões de segurança, incluindo o perigo potencial e as precauções corretas a serem tomadas na fonte.
  • Marcadores de tubulação – ajude funcionários, prestadores de serviços e equipes de emergência a entender o que está fluindo através de quais tubos e a direção de cada um.
  • Etiquetas de desconexão elétrica – quando posicionadas diretamente no equipamento, os funcionários podem localizar rapidamente a chave de desconexão para evitar acidentes e salvar vidas.

 

Aumente a Produtividade

 

A identificação adequada de ferramentas e materiais pode economizar milhões de reais para as empresas, tornando mais fácil para os trabalhadores encontrarem o que precisam para realizar seu trabalho.

A identificação de ferramentas economiza mais de R$5 milhões/dia
Um fabricante de tecnologia de defesa de ponta estava identificou um problema em que uma quantidade exorbitante de ferramentas sendo retiradas da célula de trabalho todos os dias. Através de um evento de melhoria rápida do 5S, a identificação incorreta da ferramenta foi considerada o principal problema. Em média, os trabalhadores desperdiçavam 45 minutos por turno procurando ferramentas.

O fabricante optou por identificar cada ferramenta por célula de trabalho e operador. Eles também introduziram um novo carrinho de trabalho móvel equipado com placas de sombra para armazenamento de ferramentas. Com um sistema 5S instalado, os trabalhadores não precisavam fazer check-out ou comprar ferramentas adicionais.

 


 

Como começar meu programa 5S Lean?

Embora os pilares do 5S sejam simples de aprender, a execução e a manutenção de um programa 5S requerem um pouco mais de esforço e planejamento para garantir o sucesso. Para começar, agende um evento 5S para organizar suas instalações. O evento pode se concentrar em uma única área ou, para o maior impacto, em toda a instalação.

Antes do evento 5S, verifique se você possui os suprimentos necessários para ajudar as coisas a funcionarem sem problemas. Aqui estão algumas recomendações do que você pode precisar para cada estágio de um evento 5S:

 

Ordenar (Sort)

    • Tags – use tags vermelhas para marcar itens não utilizados. Em seguida, armazene-os em uma área designada para permitir que os funcionários peneirem e agarrem qualquer coisa que ainda seja necessária antes de serem descartados;
    • Fita demarcadora de chão – Use para indicar a seção “etiqueta vermelha”, na qual os funcionários podem encontrar equipamentos que serão descartados se não forem reivindicados;
    • Formulários de registro de etiqueta vermelha – Rastreie os suprimentos que são mantidos e descartados;
    • Câmera – Para documentar o antes e o depois do progresso.

 

Brilho (Shine)

  • Material de limpeza – como vassouras, pás de lixo, panos, desengordurantes, limpadores de chão, etc.;
  • Equipamento de proteção individual (EPI) – como luvas e óculos de segurança para proteger os funcionários de produtos químicos e detritos de limpeza agressivos;
  • Equipamento de identificação de bloqueio – Para proteger os trabalhadores da liberação de energia perigosa ao realizar a limpeza e manutenção do equipamento.

 

Padronizar (Standardise)

  • Quadro de agendamento de tarefas – para sequenciar visualmente as ordens de serviço e indicar atrasos ou prazos perdidos;
  • Agendas e folhas de verificação – para mostrar quais funcionários devem executar determinadas tarefas e quando essas tarefas devem ser concluídas;
  • Placas Lean Daily Management (LDM) – para rastrear métricas e impulsionar melhorias;
  • Imagens de estado seguro – para indicar se as válvulas ou bombas de ar são normalmente abertas ou fechadas para ajudar a evitar acidentes.

 

Defina a Ordem (Set in Order)

  • Etiquetas – pré-impressas ou impressoras de etiquetas e software de criação de etiqueta para ajudá-lo a identificar de forma rápida e fácil seus equipamentos e estoque;
  • Placas de segurança – para informar os funcionários sobre qualquer perigo no local de trabalho;
  • Marcadores de tubulação – para informar instantaneamente funcionários, contratados e pessoal de emergência sobre o conteúdo do tubo, a direção do fluxo e o nível de segurança;
  • Fita demarcadora de chão – para marcar faixas de tráfego, locais de armazenamento, produtos que precisam ser inspecionados para garantir a qualidade e muito mais;
  • Etiquetas do medidor – para detectar facilmente anormalidades de pressão ou temperatura rapidamente;
  • Etiquetas de material magnético ou reposicionável – para etiquetar e organizar bancadas, prateleiras, prateleiras, caixas, armários e bolsas;
  • Indicadores de nível mínimo e máximo – para destacar situações de excesso de estoque e pontos em que o estoque deve ser reordenado.

 

Sustentar (Sustain)

  • Etiquetas – pré-impressas ou impressoras de etiquetas e software de criação de etiqueta para ajudá-lo a identificar de forma rápida e fácil seus equipamentos e estoque;
  • Gráficos – para ajudar os funcionários a lembrarem sequências de tarefas com base em um fluxograma padrão;
  • Metas de manutenção preventiva – mantenha as leituras de manutenção preventiva consistentes, identificando os pontos de vibração e sonda de ultrassom;
  • Elementos visuais das peças de reposição – para identificar claramente as peças de reposição corretas;
  • Identificações de ponto – para ajudar os funcionários a se lembrarem de uma parte particularmente esquecível ou essencial de um procedimento.